O juiz Gustavo Procópio, da 5º Vara Mista da Comarca de Santa Rita, decidiu nesta segunda (15) determinar o bloqueio dos bens do apresentador de TV Samuel de Paiva Henrique, conhecido como Samuka Duarte. 
O réu responde a um processo de improbidade administrativa , por acumular até cinco cargos públicos, o que é ilegal. 
A ação de improbidade administrativa foi ajuizada pelo Ministério Público da Paraíba, através da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Santa Rita.

Por telefone, o apresentador Samuka Duarte, informou a produção da TV Cabo Branco que não poderia se pronunciar porque ainda não teria sido notificado oficialmente da decisão, mas que já está reunido com advogados para preparar sua defesa. Samuka Duarte recebia remunerações do município de Santa Rita, sem trabalhar o tempo devido.

Na decisão, o juiz Gustavo Procópio diz que as provas do processo atestam fortes indícios “de atos imorais, ilegais e inconstitucionais, causando prejuízos aos cofres públicos.” 

O Ministério Público pediu o ressarcimento de danos materiais e extra patrimoniais no montante de R$ 338.586,92  (trezentos e trinta e oito mil, quinhentos e oitenta e seis reais e noventa e dois centavos) e a indisponibilidade dos bens do apresentador.

HW COMUNICAÇÃO com G1 PB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here