A camisa do Brasil era azul. Quem vestiu amarelo foi a Colômbia. 
O estádio do Colo-Colo, que costuma ficar preto e branco, ou vermelho nos jogos do Chile, também estava todo amarelo, em tom colombiano. 
E Neymar? Um cartão amarelo, seu segundo na Copa América, já o tiraria da partida de domingo contra a Venezuela, mas, ao término da partida, o camisa 10 acertou bolada em Armero, se envolveu em confusão com Murillo e Bacca, e acabou expulso. 
Quanta amarelada… A Seleção também amarelou? Não. 
Apenas não foi capaz de superar um adversário que, bem-vindo aos novos tempos, se encontra no mesmo nível e mereceu a vitória por 1 a 0. 
NERVOSINHO
Neymar teve uma noite para esquecer em Santiago. Depois da atuação de gala diante do Peru, o craque brasileiro errou tudo que tentou diante dos colombianos. Muito mal com a bola nos pés, ficou muito nervoso e não soube lidar com a derrota. 
Já suspenso do duelo com a Venezuela por receber amarelo ao tocar com a mão na bola em lance no primeiro tempo, o atacante perdeu a linha ao apito final e foi expulso. 
O capitão brasileiro acertou uma bolada em Armero e deu uma cabeçada em Murillo antes de receber empurrão de Carlos Bacca, que também foi punido com cartão vermelho. Desfalque grave para o time de Dunga contra a Venezuela.
INACREDITÁVEL!
Surpresa de Dunga na escalação, Roberto Firmino substituiu Diego Tardelli e decepcionou. Apagado no primeiro tempo, até tentou bons passes para Neymar no início da etapa final, mas perdeu de forma incrível a melhor chance do Brasil no jogo. Após dividida de Elias com Ospina, a bola se apresentou limpa para o camisa 11, sem goleiro, e ele isolou. 
DONO DO JOGO!
Murillo foi o herói colombiano pelo gol marcado, mas o grande condutor da equipe de José Pékerman foi Cuadrado. O meia do Chelsea marcou muito e participou de quase todas as boas jogadas ofensivas. Foi dele a cobrança de falta no lance que definiu a partida, além de quase marcar um golaço em jogada individual no segundo tempo.
EMBOLOU!
Com a vitória da Colômbia, o Grupo C ficou embolado. Os colombianos chegaram aos três pontos, assim como o Brasil e a Venezuela, que encara o Peru nesta quinta-feira, às 20h30 (de Brasília), em Valparaíso. Na última rodada, domingo, Colômbia e Peru medem forças em Temuco, 16h, enquanto o Brasil joga a vida diante da Venezuela, 18h30, novamente no Monumental, em Santiago.
HW COMUNICAÇÃO com Globo Esporte

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.