Faltando pouco mais de um ano para o início do pleito eleitoral, cidades da 31ª Zona Eleitoral, já começam a trabalhar ‘nomes’ para as eleições de 2016.

Em Pombal a disputa pela prefeitura municipal promete ser uma das mais acirradas da história.

Na cidade se especula que para o pleito de 2016, sejam lançadas pelo menos três candidaturas.

Conforme apurou o portal HW COMUNICAÇÃO nomes como do ex-prefeito Dr. Verissinho, do vice-prefeito Dr. Geraldo, Mayene Bandeira, Galego da Gável, Feitosa, Silvano do Ó e Zildo de Souza figuram como possíveis nomes para a disputa municipal.

São muitos os nomes para uma só cadeira. A prefeita de Pombal, Polyana Dutra (PT), ficou numa ‘saia justa’ com a desistência de seu pré-candidato Dr. Paulo Fragoso, divulgada dias atrás na imprensa local.

Com a desistência do médico, surgiu um ponto de interrogação e uma dúvida de quem será o candidato indicado pela chefe do executivo pombalense.

A quem diga que o nome mais forte no grupo da gestora seja o do ex-secretário de infraestrutura Silvano do Ó.

Porém nos bastidores se cogita uma reaproximação da prefeita Polyana com o vice-prefeito Dr. Geraldo (PSDB), para que o médico venha a ser o candidato do grupo.

Outro nome que após a desistência do médico Paulo Fragoso, ganhou força para encabeçar a candidatura de situação foi o de Feitosa (PT), que poderá ser o nome apoiado pela prefeita.

Feitosa foi o primeiro pré-candidato pela situação a externar o desejo de disputar a prefeitura de Pombal.

Nos bastidores comenta-se, que Dr. Paulo tenha desistido de uma possível candidatura, devido ao desgaste vivido nos últimos anos pela atual administração.

Além do desgaste, outro motivo seria o ‘rompimento’ entre aliados e a prefeita Polyana.

Nos bastidores, comenta-se que uma terceira via, possa surgir com uma candidatura do PSB.


O pré-candidato socialista seria o ex-vereador Zildo de Souza, segundo informações, o PSB local está trabalhando para mostrar ao governador Ricardo Coutinho a viabilidade de uma candidatura própria do partido no pleito de 2016.

Conforme foi repassado ao HW COMUNICAÇÃO que conversas entre lideranças do PSB e do grupo Feitosa surgiram buscando viabilizarem uma candidatura para 2016.

Cogita-se inclusive, a saída de Feitosa do PT, para se filiar ao PSB do governador Ricardo Coutinho.

No caso da terceira via, setores do PSB, articulam o nome de Zildo de Souza para encabeçar a chapa, porém com a possível vinda de Feitosa para o partido, pode ser que ocorra mudanças na formação da chapa majoritária.

Caso seja confirmada a terceira via, duas chapas de ‘situação’ disputaram a cadeira de prefeito de Pombal em 2016.

Em contato, uma fonte do grupo Feitosa, afirmou que caso a gestora não se pronuncie até setembro, o pré-candidato do grupo estará deixando o partido, para se filiar a uma nova legenda para disputar o pleito municipal do próximo ano.

Ao contrário da situação, que anda ‘meio rachada’, a oposição se mantém unida, para o pleito de 2016.

Em recente declaração, o atual vice-prefeito Dr. Geraldo, afirmou que o PSDB deverá marchar unido ao PMDB liderado pelo ex-prefeito Dr. Verissinho.

O PMDB ainda não disse quem seria o seu pré-candidato para o próximo pleito, porém cogita-se como primeiro nome, o do ex-prefeito Verissinho ou o de sua esposa Mayene Bandeira.

Caso o escolhido seja o médico Verissinho, ele poderá retornar a prefeitura após 12 anos.

Verissinho governou Pombal no período de 1997 a 2000 e de 2001 a 2004.

Outros nomes que poderão encabeçar a chapa de oposição seriam o do médico e vice-prefeito Dr. Geraldo e o do empresário Galego da Gavel.

Porém nos bastidores, o nome mais cotado para disputar a prefeitura local é o do ex-prefeito Verissinho que teria como vice-prefeito Galego da Gavel, ou um nome indicado por Dr. Geraldo.

Em Pombal, até o momento nada foi definido, em relação ao pleito de 2016, mas o clima já começou a esquentar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.