Header Ads

SITE LANDRES

Sem clima no Santos, Lucas Lima terá reunião com diretoria e pode ser afastado

Lucas Lima terá seu futuro no Santos definido nesta terça-feira(21/11). Com sua saída do clube praticamente definida, o jogador foi convocado para uma reunião com a diretoria. Em pauta, estará a dispensa do camisa 10 das duas últimas partidas do Peixe no Campeonato Brasileiro, contra Flamengo e Avaí.

Com contrato terminando no dia 31 de dezembro, o meia não ficará na Vila Belmiro em 2018. Ele já tem um acordo verbal com Palmeiras e só não irá para o rival se aparecer alguma boa proposta internacional. Por conta da iminente saída, o atleta passou a ser pressionado pela torcida e diversos membros da diretoria. A informação foi publicada pelo “Lance” e confirmada pela Gazeta Esportiva.

O presidente Modesto Roma Júnior pretende afastar Lucas Lima. Porém, ele pretende ouvir a palavra do jogador antes de tomar a decisão. Vale lembrar que o mandatário já mudou de ideia após definir a demissão de Levir Culpi com membros da diretoria e mudar de ideia após conversar com o treinador.

Em entrevista coletiva após a vitória sobre o Grêmio, no último domingo, na Vila Belmiro, o técnico Elano disse ainda contar com o meia, mas ressaltou que a decisão de afastá-lo depende da diretoria.

“Eu disse ao presidente (Modesto Roma) que conto com Lucas Lima enquanto ele estiver aqui. Ele estar integrado ou não é decisão da diretoria. Se ele vai entrar a campo ou não, a decisão é minha. Sobre o afastamento: é com vocês”, explicou o comandante.

O Santos ofereceu R$ 45 milhões a Lucas Lima até o fim de 2020. Os salários do meia dobrariam para cerca de R$ 600 mil, com bônus por metas alcançadas e aumentos anuais. Porém, o jogador não respondeu a proposta até o momento.
 
HW COMUNICAÇÃO
Fonte: Gazeta Esportiva